NOTÍCIAS

08/12/2016

Vodka feita de leite de vaca

Jason Barber um agricultor quarentão estava sentado certo dia na frente da televisão numa das longas noites de inverno inglês. Na televisão passava um documentário sobre como uma comunidade da distante Mongólia, na Ásia Central, fermentava o leite de iaques (bovinos) produzindo vodka.

Para Barber, criador de vacas leiteiras,o que  não falta e leite na sua propriedade onde pastam mais de duas centenas delas. Determinado, decidiu reproduzir o método mongol na setentrional Inglaterra. Passou, assim, três anos aprimorando a sua vodka de leite. Finalmente, aos 47 anos, Jason encontrava o ponto ideal para a sua bebida. Tornava-se, oficialmente, o primeiro produtor a comercializar vodka de leite sob a marca Black Cow.

Atualmente, na propriedade de Jason Barber, localizada no Dorset condado no sudoeste de Inglaterra, são produzodos anualmente milhares de litros da vodka que nasce literalmente nos tetos das vacas.

Depois de separar a coalhada do soro, a coalhada é encaminhada para produzir queijo cheddar e apenas o soro é fermentado (os açúcares do leite transformam-se em álcool), destilado e filtrado três vezes para produzir a vodka. Uma das fases do processo é mantida em segredo pelo produtor britânico.

O produto final, tem um teor alcoólico de 40%, não tem sabor lácteo, embora seja ligeiramente cremosa. Uma bebida que já cativou Hollywood. Daniel Craig (James Bond) e Elizabeth Hurley (Austin Powers) já provaram a vodka do produtor inglês. Confessaram ter gostado.

A Black Cow disponibiliza no seu site dezenas de sugestões de cocktails com sua vodka de leite. Também há sugestões de pratos onde entra a bebida.

Devemos salientar que Barber ganhou em 2012 o prêmio internacional de "Melhor Queijo Cheddar".

A  vodka de leite está disponível somente no mercado britânico e em Singapura. O site da empresa disponibiliza uma loja online com venda para fora do Reino Unido. 

PUBLICIDADE