NOTÍCIAS

18/11/2016

Eleito o melhor queijo do mundo

Kraftkar, um queijo azul norueguês, foi eleito, esta quarta-feira, o melhor queijo do mundo na 29ª edição anual do World Cheese Awards, em San Sebastián, na Espanha.

De acordo com a Food&Beverage, foi Gunnar Waagen, um produtor norueguês de Tingvollost, quem ganhou o primeiro prêmio com o seu queijo azul. Depois da vitória, não escondeu a sua alegria: “Não tenho palavras, são notícias maravilhosas! Somos uma fazenda famíliar que se esforça muito, trabalhando para fazer o nosso próprio queijo. Levantamos todos os dias muito cedo e vamos dormir muito tarde para poder fazer o nosso melhor e para ganhar este prêmio, estou muito orgulhoso”.

Segundo o El Mundo, este queijo competiu contra 3.060 outros, de 35 países diferentes, mas apenas 16 foram finalistas.

Kraftkar ganhou com 71 pontos em 80 possíveis, atribuídos pelas 16 pessoas do júri. As marcas espanholas Cala Blanc e Cremositos del Zújar ficaram empatados no segundo lugar, seguidos da terceira posição de outro queijo espanhol, Oveja Grazalemeña, que teve a mesma pontuação que um queijo italiano, o Gorgonzola Doce.

Segundo jornal El Mundo, após a degustação, o júri descreveu o queijo artesanal norueguês como um queijo “bastante espesso, com veias azuis solidificadas com um molho muito bem distribuído” e com uma textura “formidável e crocante”.

A Noruega entra assim, pela primeira vez, na lista dos prêmiados deste festival. Nesta lista,geralmente os primeiros lugares são ocupados por queijos britânicos e franceses.

A edição do World Cheese Awards deste ano começou na quarta-feira, dia 17 de novembro, e vai acabar dia 18, sexta-feira.

PUBLICIDADE