NOTÍCIAS

20/09/2016

Inibidores naturais do apetite

A melhor forma de manter a linha e de apostar na boa saúde é com a alimentação. Comer bem e muitas vezes ao dia é o segredo para um estilo de vida mais saudável e equilibrado e também para perder aqueles quilos extra que não desaparecem nem por nada.

Embora existam alimentos com calorias negativas e que, por si só, ajudam a acelerar o metabolismo, existem outros tão ou mais eficazes e que ajudam a controlar o apetite, algo de uma enorme importância para que não se coma mais do que o devido.

Como conta a revista Shape, estes alimentos que ajudam a aumentar os níveis de saciedade são conhecidos como inibidores naturais do apetite… e são bem mais comuns do que pode pensar.

As amêndoas são o primeiro exemplo de uma longa lista de inibidores naturais de apetite apresentados pela revista no seu site. Em causa, está o vasto leque de nutrientes e o valor proteico que este fruto seco possui e que faz dele um dos melhores e mais saudáveis snacks para a rotina de trabalho.

O café e o chá verde são também inibidores de apetite (e aliados na aceleração do metabolismo), assim como o gengibre e o abacate, embora cada um destes alimentos o faça de forma diferente. No caso do abacate, diz a revista, o segredo está nas gorduras boas que possui e que aumentam o nível de saciedade.

A pimenta ‘cayenne’ e o wasabi aceleram o metabolismo e ajudam a dar uma maior intensidade ao sabor da comida, um aspeto que interfere e muito com a sensação de saciedade após terminar a refeição.

As maçãs, os ovos (tanto pela gordura boa como pela proteína que têm), ochocolate negro (pela sensação de prazer) e a água são outros alimentos a ter em conta, assim como a batata doce, a sopa de vegetais e os sumos que combinam frutas e vegetais. Sim, se vai jantar fora ou comer mais tarde do que o costume e quer evitar um ataque às entradas e à cesta do pão, nada como forrar o estômago com uma sopa ou um sumo. Comer uma peça de fruta com canela também resulta, uma vez que esta especiaria dá um sabor mais doce e mais ao estilo de sobremesa, aumentando a sensação de prazer.

A proteína é um macronutriente essencial para determinar a saciedade e o tofu é um dos exemplos a ter em mente, tal como as papas de aveia, que são uma das refeições mais completas e nutritivas. Adicionar sementes de linhaça moídas é também uma excelente opção, uma vez que são ricas em fibra e prolongam a sensação de ‘barriga cheia’.

Colocar mais vegetais de folha verde no prato ajuda a aumentar os níveis de saciedade e apostar nos peixes gordos faz com que a fome não apareça tão cedo como quando se come carne vermelha.

PUBLICIDADE