NOTÍCIAS

18/04/2016

Tendências na coquetelaria brasileira

Se até pouco tempo atrás o universo das bebidas nacionais se resumia à famosa caipirinha, hoje, a carta de coquetéis dos bares e restaurantes brasileiros seguem as últimas tendências globais: bebidas defumadas, coquetéis coloridos, receitas envelhecidas, entre outras diversas opções de drinques, inclusive na forma sólida em vez de líquida, que também passaram a fazer parte da coquetelaria brasileira.

Mesclando elementos e métodos, a evolução da coquetelaria ganhou força, principalmente aqui no Brasil, por meio da mixologia com a utilização de ingredientes diferenciados, como ervas botânicas e frutos, extraídos muitas vezes das regiões mais exóticas do país. 

Para o mixólogo Moizés Barros, depois das variações de cores e formatos, os profissionais brasileiros começaram a buscar por novos sabores em outros âmbitos e, sobretudo, extraindo componentes da própria natureza. “Atualmente encontramos no Brasil um imenso mercado de variedades, podendo ser utilizado desde ervas até ingredientes mais conceituados como cachaça, catuaba e frutas nativas”, explica.

Técnicas diferenciadas
Mais uma tendência para 2016 é o envelhecimento de drinques em recipientes de madeira, técnica que proporciona novos sabores e realça ou suaviza as características da bebida. 

Segundo o especialista do mercado de destilados, Cesar Adames, o processo de envelhecimento de drinques é uma tendência mundial que consiste em depositar coquetéis em barris de madeira e consumi-los semanas depois. O resultado pode ser uma bebida menos agressiva que a mistura original, com um leve aroma adocicado devido à madeira utilizada. 

No Brasil, os coquetéis podem ser envelhecidos em carvalho ou em madeiras nacionais, como o jequitibá e o bálsamo. De acordo com especialistas, o tempo de guarda da bebida pode variar de poucas semanas até alguns meses.

Workshop voltado ao setor
Há uma oportunidade para os profissionais que desejam atualizar-se sobre as tendências, utensílios e técnicas da coquetelaria mundial. A cidade de São Paulo recebe no final de abril, em dois dias de evento, especialistas nacionais e internacionais reunidos em um workshop exclusivo para o segmento de bares, a ser realizado no MuBe – Museu Brasileiro da Escultura. 

Para o coordenador do projeto, Marco Giannelli, a iniciativa é especialmente interessante para a troca de conhecimentos, uma vez que fará a integração entre bartenders, fornecedores, marcas de bebidas e pontos de venda.

O workshop já conta com mais de 800 profissionais confirmados para o programa de palestras e oficinas práticas. As inscrições são gratuitas e estarão abertas por tempo limitado. 

Serviço
Super Bar Professional 2016
Data: 25 e 26 de abril
Horário: das 13h às 20h 
Local: MuBe – Museu Brasileiro da Escultura
Endereço: Av. Europa, 218 – Pinheiros – São Paulo/SP
Mais informações: http://www.superbarpro.com.br 

PUBLICIDADE