NOTÍCIAS

03/02/2016

Bebidas com ouro criam um novo paradigma

O mercado de bebidas alcoólicas do Brasil nunca esteve tão aquecido. Vemos que a cada dia surgem novos produtos que surpreendem os consumidores e mostram que esse mercado ainda pode nos surpreender. Algo que se destaca com a cachaça e a cerveja. Afinal, as bebidas mais queridas dos brasileiros ganharam destaque no último ano com a chegada de produções que engarrafam flocos de ouro junto a essas bebidas.

Esses produtos que levam ouro em sua composição rapidamente caíram no gosto do consumidor que enxergou neles a melhor companhia para momentos de celebração e de contemplação de suas mais nobres conquistas. Portanto, o consumo desse produto vai além da simples degustação ao inseri-lo como elemento que eterniza na memória e no coração das pessoas a ocasião em que foi apreciado. Com isso, essas novas bebidas criam fortes laços com seus consumidores e aglutinam uma forte fidelização de marca.

A cachaça dourada  Middas Reserva, produzida no interior de São Paulo, é a mais nova representante desse mercado. A bebida foi armazenada em barris de carvalho francês de primeiro uso e a exclusiva produção foi limitada a mil garrafas. É uma cachaça equilibrada, suave e com um leve adocicado proveniente do barril. Os flocos de ouro comestível de 23k vieram da Alemanha e o consumidor também recebe um frasco contendo mais flocos. Assim ele pode dar o seu toque inep enem 2016 de ouro à bebida.

O empreendedor Leandro Dias, CEO da marca Middas, foi responsável pela idealização do produto. Teve como base os mesmos princípios aplicados para os cognacs mais caros do mundo após uma visita à França em que ele buscou inspiração para novas produções. Leandro trouxe na bagagem alguns barris de carvalho francês de primeiro uso com a mesma tostagem da madeira utilizada pelos melhores cognacs do mundo e deixou a cachaça armazenada por alguns anos.

O processo produtivo ainda contou com o acompanhamento de um dos mais conceituados master blender de cachaça do mundo: o pós-doutor pela USP Leandro Marelli, que foi o responsável pela elaboração de seu blend.

A Rainha das Cervejas. também temos no país, por intermédio da MEARA Importação e Distribuição, a primeira cerveja verdadeiramente de luxo do mundo. A Golden Queen Bee surgiu na Bélgica pelas mãos de Silvio Lemaitre de Freitas Pereira, fundador da Aurum Drink empresa que promove experiências e partilha de conhecimentos com expoentes chefs de cozinha. Por isso, produziram a cerveja (considerada a Rainha das Cervejas) junto à Cervejeira La Binchoise que além dos flocos de ouro 24k também leva mel.

Elegante e sedutora, a cerveja apresenta coloração amarelo dourado com espuma consistente e notas pronunciadas de mel e malte. O caráter gastronômico fica ainda mais evidente pelas inúmeras possibilidades que a cerveja tem de harmonização com pratos e sobremesas.

PUBLICIDADE