NOTÍCIAS

11/08/2015

Esqueça o rosé, a nova moda é vinho laranja

Tem textura como o vinho tinto e é refrescante como o vinho branco. O vinho cor de laranja  também conhecido como o anti-rosé , junta o melhor dos dois mundos… e é a nova moda deste verão em Nova York.

A tonalidade pode variar de um alaranjado mais suave até a um tom de cobre profundo, mas o sabor nada tem a ver com laranjas: o aroma é semelhante ao das nectarinas (como os pêssegos ou alperces). É feito com as mesmas uvas usadas na produção de vinho branco, mas com uma diferença substancial: no vinho branco as cascas são removidas durante o processo de fermentação, e no vinho laranja estas são mantidas. O resultado? Um vinho com uma textura pronunciada, mas suave e refrescante ideal para uma tarde de calor depois da praia.

Os vinhos laranja são também conhecidos como vinhos “de contato” já que a pele das uvas entra em contato com as bagas, durante a produção. Mas há também quem os trate por “anti-rosé”, isto, porque a sua produção é “inversa” à destes vinhos. No rosé são utilizadas uvas vermelhas e as cascas são removidas logo no inicio da produção; e no vinho laranja são usadas uvas brancas com pele, que conferem à bebida uma textura mais densa.

A sua popularidade tem crescido, sobretudo entre os amantes de vinho mais aventureiros. “Tem sido uma loucura”, afirma Justin Cherano, consultor do novo bar de vinhos do Brooklyn, Four Horsemen, em Nova York. “Nós não somos certamente ‘um bar de vinho laranja’, mas é impressionante quando se entra e notamos quantas pessoas escolhem este vinho para beber”, diz.

No inicio, começou por introduzindo aos poucos vinhos deste tipo, mas desde a sua abertura o bar, já introduziu mais de 30 vinhos laranja diferentes, vindos de todo o mundo: Sicília, Eslovénia, Áustria, Croácia e Geórgia. “Diria que estamos vendendo cerca de um vinho laranja por cada rosé”, afirmou, “estou completamente chocado”. Pelo Observador/PT.

PUBLICIDADE