NOTÍCIAS

31/07/2015

Peixes Selvagens do Alasca na Japan Food Show

Naturais e sustentáveis, os pescados premium do estado norte-americano que fazem sucesso na culinária asiática, são destaque na primeira edição da feira que acontece entre os dias 03 e 05 de agosto(segunda a quarta-feira).

Os peixes selvagens, naturais e sustentáveis do Alasca serão uma das atrações da primeira edição da Japan Food Show, evento de negócios voltado para indústria e mercado da culinária asiática, que ocorrerá de 03 e 05 de agosto(segunda a quarta-feira), no Expo Center Norte.

Responsável pela divulgação dos pescados e frutos do mar da indústria pesqueira do Alasca, a ASMI (Alaska Seafood Marketing Institute) irá mostrar o porquê vem ganhando tanto destaque entre as principais cozinhas de restaurantes e chefs do mercado brasileiro. Para isso, o diretor da agência, José Madeira será um dos palestrantes do “Fórum Brasileiro de Gastronomia”, ao lado do Gerente da Trident Seafoods, Marcelo Eiger - que falarão sobre o uso do salmão selvagem e outras espécies do Alasca na culinária japonesa. Na oficina de gastronomia, o chef de cozinha Fernando Corsi, dará uma aula show com técnicas de cortes e congelamento dos peixes selvagens. “Um dos principais mercados consumidores de peixes selvagens do Alasca no mundo é o Japão. Agora, queremos alcançar novas parcerias com a Gastronomia Japonesa no Brasil”, diz José Madeira, diretor da agência ASMI no país.

Diferenciados e de altíssima qualidade, os peixes podem ser encontrados nos canais, varejo e food service. Produtos que vem conquistando cada vez mais a confiança dos paladares mais exigentes.

Sabor e saúde à mesa .Provenientes do Mar do Alasca, entre o Mar de Bering e o Golfo, uma das regiões mais preservadas do mundo, onde a criação de peixes em cativeiro é proibida e a pesca extremamente regulamentada, os pescados do Alasca fazem parte de um seleto grupo de peixes e frutos do mar selvagens de muito prestígio no mercado gastronômico, que possuem baixo teor de gordura saturada e muito ômega 3 (ácido graxo extremamente benéfico ao organismo).

Economia :Em 2014, a indústria do Alasca exportou para o Brasil cerca 2,5 mil de toneladas de pescado, o que representou cerca de US$ 8 milhões em transações. As principais espécies exportadas foram quatro espécies de salmão selvagem (Real, Vermelho, Keta e Rosa), o cod do Alasca (Bacalhau fresco do Pacífico), o Black Cod (Sablefish/Gindara) e a polaca do Alasca (vinda diretamente do Alasca para o Brasil, sem aditivos químicos)|.

Números: 15 empresas brasileiras importam os peixes do Alasca | 16 redes varejistas vendem os pescados (St Marche, Walmart, Zona Sul – RJ, Verde Mar –BH, Hiper Bom Preço – Nordeste) | 100 restaurantes utilizam alguma espécie do proveniente do Alasca.

ASMI Presente em mais de 17 países, a ASMI é responsável pelo marketing dos peixes e frutos do mar provenientes do Alasca, região conhecida mundialmente pela indústria pesqueira de práticas sustentáveis.| www.alaskaseafood.com.br ou facebook.com/peixesdoalasca.

Atividades ASMI: Oficina de Gastronomia Asiática, dia 04 de agosto(terça-feira),às 12h45 – Aula show com o Chef Fernando Corsi – Uso de peixes selvagens do Alasca na Gastronomia Japonesa.

Fórum Brasileiro de Gastronomia, dia 05 de agosto(quarta-feira),às 11h30 – Palestra com o diretor da ASMI, José Madeira, O uso do salmão selvagem e outras espécies na gastronomia.

PUBLICIDADE