NOTÍCIAS

17/07/2015

Obras estruturais do Le Cordon Bleu estão prontas

As obras estruturais da construção da tradicional escola francesa de gastronomia Le Cordon Bleu, em Botafogo, Rio de Janeiro, já foram concluídas e a próxima etapa do projeto compreende a instalação de equipamentos que virão da Alemanha, da França e da Índia.

As intervenções deverão ser concluídas até o fim do ano e a previsão é que as aulas tenham início no primeiro semestre de 2016. O Governo do Estado cedeu o prédio de dois andares na Rua da Passagem para a instalação da escola. Além disso, está investindo cerca de R$ 12 milhões na iniciativa. Em contrapartida, 20% das vagas serão destinadas gratuitamente a estudantes da rede pública. A instituição francesa oferecerá oportunidades para 480 alunos e os critérios de seleção serão elaborados e divulgados pela Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica) vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, que fará a certificação dos cursos, junto com a escola francesa. A intenção é que, no futuro, sejam formados até 800 estudantes por ano.

A chegada da Le Cordon Bleu ao Brasil, através da parceria com o Estado, é símbolo de uma política para buscar no mercado as melhores oportunidades de formação para a população. É importante ressaltar que jovens de comunidades carentes terão a chance de fazer um curso de reconhecimento mundial e que não é barato afirmou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gustavo Tutuca.

As qualificações terão duração de 800 horas/aula, ou seja, cerca de dois anos, conforme a formação escolhida. Dentre os cursos oferecidos no Le Cordon Bleu do Rio, incluem-se os de técnicas de culinária francesa tradicional que combina os diplomas de Pâtisserie com o de Cozinha, de Técnicas de Cozinha, Pâtisserie (padaria francesa especializada em bolos e doces), Bakery (pães), vinhos e queijos, além de cursos de curta duração em alta gastronomia. A proposta é formar profissionais que dominem a técnica francesa adaptada à culinária brasileira.

O presidente da Faetec, Wagner Victer, destacou que o empreendimento vai contribuir para o processo de valorização de ingredientes e alimentos produzidos no estado do Rio.

A unidade vai agregar valor educacional à formação de gastronomia de alto nível oferecida pela Faetec. Além da notória especialização dos professores que serão todos do corpo técnico da Le Cordon Bleu, a unidade do Rio também traz uma novidade: estimular que professores da escola utilizem ingredientes 100% produzidos no Rio de Janeiro em suas receitas explicou Victer.

Estágios: no novo espaço, os estudantes terão acesso a bancadas individuais equipadas com forno e fogão, além de salas-auditório onde poderão assistir ao preparo de receitas feitas por instrutores. Ao final do curso, os aprendizes poderão estagiar no restaurante-escola e no café-confeitaria da unidade carioca, que serão abertos ao público.

Com 120 anos de existência, a prestigiada escola Le Cordon Bleu possui duas unidades na América Latina no Peru e no México, e filiais em diversos países como Inglaterra, Espanha, Austrália, Japão, Coréia do Sul, Índia e Tailândia.|Esther Medina.dieta para emagrecer

PUBLICIDADE