NOTÍCIAS

08/04/2015

Comida di Buteco chega à 16ª edição em abril

Abril é o mês dos botecos no Brasil. Com o tema “Frutas no Brasil”, o Comida di Buteco, primeiro e maior concurso de cozinha de raiz do país, começa no dia 10 de abril. Em sua 16ª edição, a competição que vai escolher os melhores botecos e petiscos do país acontece simultaneamente em 20 cidades, de 11 estados mais o Distrito Federal, em todas as regiões do Brasil. Ao todo, são 500 bares participantes que vão colocar à prova do público seus tira-gostos. O Comida di Buteco é o pioneiro do segmento no país e há mais de 15 anos tem a missão de ser um agente de transformação social, impactando, por meio da cozinha, na vida de mais de 20 milhões de pessoas desde seu início.

Para aguçar a criatividade dos cozinheiros e promover a pesquisa culinária, o tema desta edição são as frutas. Os petiscos participantes devem conter alguma fruta em sua receita, mesmo que não seja a protagonista do prato. O objetivo é destacar a identidade brasileira, mostrar nossa regionalidade e também conquistar o paladar do público pela simplicidade – um dos valores do concurso.

Dinâmica do Concurso
Com a missão de transformar vidas por meio da cozinha de raiz, o Comida di Buteco tem como objetivo final eleger o melhor boteco de cada cidade participante. Para isso, cada bar elabora um tira-gosto dentro das regras estabelecidas pela organização. Ele fica no cardápio durante todos os dias do concurso, que dura um mês. As notas dos bares são calculadas baseadas nas opiniões do público e de um corpo de jurados. Cada um deles contribui com 50% da avaliação. Os jurados visitam os botecos participantes e experimentam os tira-gostos sem se identificar. A nota deles é entregue posteriormente à organização do evento. Na escolha do público, têm direito a votar uma vez todos que experimentarem os petiscos. Tanto para os jurados como para o público, são dadas notas de 1 a 10 sobre a higiene, o atendimento, a temperatura da bebida e o tira-gosto (que tem 70% do peso da nota final). O público deve votar em cédulas entregues em branco pelos botecos. As cédulas devem ser depositadas em urnas lacradas que ficam nos próprios bares participantes. O Instituto de Pesquisas Vox Populi faz a apuração dos votos nas 20 cidades. Ganha o boteco que tiver a melhor nota média entre os votos dos jurados e do público. Como a votação é por notas, botecos menores e maiores têm as mesmas chances, independentemente de quantas pessoas frequentam cada casa.|

Perfil dos botecos
Os botecos selecionados para participar do concurso são aqueles classificados como “espontâneos”, ou seja, aquele bar cujo proprietário obrigatoriamente administra o negócio, onde a história e dia a dia do boteco comungam com a identidade do dono e onde, na maioria das vezes, o local conta com a força de trabalho de mais pessoas da família do dono. O que vale é que tenham cozinha boa, a cara do dono e alma de boteco.

 

PUBLICIDADE